Comércio em Monte Alegre sofre reflexo das demissões em massa


Os servidores comissionados da Prefeitura de Monte Alegre, que foram exonerados coletivamente na última sexta-feira deixaram de comprar no comércio local porque ainda não receberam os salários e pelo fato de não poder fazer novas dívidas. Os comerciantes do município do sertão sergipano estão preocupados com o esvaziamento de mercadinhos e lojas depois da publicação do decreto 473 que exonera todos os cargos de confiança.

Nena de Luciano. Prefeita dá caneta e demite todos os comissionados

Quem faz oposição à prefeita relata que houve 140 exonerações, devido o número de comissionados ter dobrado na atual gestão. Antes, segundo uma fonte da Prefeitura, eram 70 cargos de confiança. Com o aumento de 100 por cento dos cargos o município ficou sem condições de pagar os salários e a situação se agravou com a queda do Fundo de Participação dos Municípios.

Documentos que provam o aumento exagerado de número de servidores comissionados e o crescimento vertiginoso da folha de pagamento vão ser entregues pela oposição ao Ministério Público estadual, com o objetivo de responsabilizar a prefeita Marinez Silva Pereira Lino (Nena de Luciano) pela demissão em massa.

Previous Justiça condena Caixa Econômica Federal a indenizar consumidor sergipano em R$ 163 mil
Next Fábio Porchat e Miá Mello apresentam 'Meu Passado Me Condena'