Vereador terá que devolver R$ 108 mil à Câmara Municipal


O Tribunal de Contas do Estado de Sergipe julgou irregularidades as contas de 2009 da Câmara Municipal da Barra dos Coqueiros, então presidida por Antônio Carlos Silva dos Santos, por pagamento indiscriminado de diários e cursos aos vereadores. Diante disto, o ex-gestor terá que devolver R$ 108 mil, além de pagar multa de 10% desse valor. A decisão aconteceu na sessão do Pleno, sob a presidência do conselheiro Clóvis Barbosa, e com as presenças dos conselheiros Carlos Alberto Sobral, Carlos Pinna, Luiz Augusto Ribeiro, Ulices Andrade e Angélica Guimarães, além do procurador geral, João Bandeira de Melo.

Leia mais sobre Política

CINFORMANDO – O DEM de Ana Alves

Gravação da JBS cita 4 ministros do Supremo Tribunal Federal

Previous SAMU demora 2 horas para socorrer vítima de acidente
Next Malas de dinheiro são encontradas pela Polícia Federal em Salvador