Operação “Emprego Inseguro” descobre fraudes em benefícios previdenciários


A Força Tarefa Previdenciária realizou a Operação Emprego Inseguro com o objetivo de desarticular associação criminosa especializada em fraudar benefícios previdenciários e de seguro desemprego. Ao todo, foram cumpridos sete mandados de condução coercitiva e três de busca e apreensão na cidade de Campinas (SP).

Durante as investigações, que contou com o apoio da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária (COINP) da Secretaria de Previdência, foi apurado que a associação criminosa fraudou benefícios de auxílio doença e aposentadoria por invalidez, além de obterem parcelas de seguro desemprego. Para isso, eles transmitiam informações ideologicamente falsas de vínculos empregatícios feita por meio de Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIP).

Os principais crimes investigados nessa operação são estelionato contra a Previdência Social e o Ministério do Trabalho – MTb, associação criminosa, falsificação de documento e uso de documento falso.

O prejuízo causado contra a Previdência Social pelo esquema criminoso totalizou até agora R$ 25 mil, conforme apurou a Inteligência Previdenciária. Esses números podem ser maiores, pois a investigação continua com a análise dos dados coletados, quando se poderá saber exatamente o montante desviado.

A operação recebeu o nome de Emprego Inseguro em referência ao vínculo falso de emprego dos beneficiários.

Força Tarefa Previdenciária – A Força Tarefa Previdenciária é integrada pela a Secretaria de Previdência, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, e atua no combate de maneira integrada e eficaz a crimes contra o sistema previdenciário. Na Secretaria de Previdência, a COINP é a área de inteligência responsável por identificar e analisar distorções que envolvem indícios de fraudes estruturadas contra a Previdência.

Anatel estuda cassação de autorizações da OI

JBS entrega extratos de contas atribuídas a Lula e Dilma

Previous Caixa Econômica não é responsável por assalto fora das dependências
Next Policial civil tem arma roubada na porta de casa