O chef Jonas antes e o depois do TAC


Moqueca de camarão, que vem fervilhando, custa R$ 110 e serve até quatro pessoas (Foto: Viera Neto)

Após sucesso de reportagem, chef de cozinha do ‘banquetão por cinquenta conto’ abre seu segundo restaurante em Itabaiana, a Confraria do Sabor 

Tati Melo
Especial para o TAC

“Quando demos entrevista lá na fazenda (Gaivotas, no Povoado Carrilho, em Itabaiana) não tínhamos ideia do tamanho da repercussão que ia causar. O Cinform, o Traz a Conta, ajudou muito, muito e muito. Foi uma questão de descobrir. Foi uma descoberta”. Quem diz isso é o chef internacional Jonas Felipe, do Restaurante Alforria – aquele da “Comida de Rei em Itabaiana”, que faz banquete que encanta qualquer um por cinquenta conto. Inocente, naquela época, mal sabia do poder de “toque de midas” do TAC!

“Começaram a vir pessoas de Aracaju e até mesmo de mais longe. Tem gente vindo de Penedo, daquela região de lá”, informa o chef. Que sucesso hein?

É tanto sucesso que chef Jonas, que de besta não tem nada, resolveu ampliar seus negócios gastronômicos na Terra da Cebola. Abriu, no dia 12 de agosto, outro restaurante: a Confraria do Sabor, na zona nobre de Itabaiana, o Bairro Chiara Lubich (para os desinformados, a 13 de Julho, o Garcia da cidade, onde os ricos e finos moram).

Pirulito de frango: oito unidades saem por R$ 25 – é uma das opções de petisco da Confraria (Foto: Viera Neto)

BEM-VINDO LUXO
E, claro, depois de inaugurado, Jonas veio com aquele convite esperto: “Aí Tati, quando você quiser apareça para degustar as delícias que temos, acredito que vai gostar bastante. Você é minha convidada”. Aí meu estomago! Só de imaginar comer novamente os quitutes de Jonas vou ao delírio. Mais uma vez, esquematizei com TAC e parti de tardezinha para Itabaiana com coleguinhas da Redação, na última quarta-feira, 30.

Com a mesma qualidade gastronômica, a Confraria segue uma linha diferente do Alforria – localizado na fazenda -, deixando de lado a simplicidade, a rusticidade campestre. Sai o ar puro e entra o ar condicionado, o mobiliário requintado. “Aqui tem um pouco mais de sofisticação para atender o público que quer isso. Mas, claro, temos a comida farta, com qualidade, da fazenda também”, frisa Jonas.

 

INTERNACIONAIS E NACIONAIS

Teorias, esclarecimentos à parte, vamos à prática, melhor dizendo, a comilança. Como bem Jonas explicou, a concepção da Confraria é diferente. Nada de banquetão por cinquentão. Lá segue a linha normal de restaurante. X reais para X prato. Para degustarmos, chef sacou uma moqueca baiana – o horário, à noite, não é o ideal assim para o prato -, mas eu e meus coleguinhas caímos para dentro e não nos arrependemos.

“Temos pratos de várias nacionalidades na Confraria, asiáticos (sushi, yakisoba), europeu (italiana, portuguesa) e da culinária regional. Aqui fazemos uma belíssima moqueca baiana com tudo que tem direito”, informa Jonas.

Pense numa moqueca que veio fervilhando. Deliciosa, custa R$ 110 e serve até quatro pessoas. O chef sugere três, mas, tranquilamente comem quatro.

Após detonar a moqueca, não satisfeita, quis experimentar um petisco que me chamou atenção no cardápio e numa foto, o pirulito de frango – asa de galinha empanada no farelo do pão, com molhinho barbecue e de maionese de ervas. Pagando R$ 25 conto nela, você tem direito a oito. Por fim, para finalizar, chef Jonas não poderia deixar de oferecer sobremesa: um crepe suisse envolto a uma calda de maracujá, acompanhado de sorvete de creme.

Chef Jonas: “Confraria surgiu depois do grande sucesso que foi a nossa reportagem” (Foto: Viera Neto)

“A concepção da Confraria do Sabor surgiu depois do grande sucesso que foi a nossa reportagem feita por vocês do Cinform”, frisa Jonas. Segundo o chef, em três meses o restaurante ficou pronto. Ele explica porque decidiu abri-lo tão rápido assim junto com um sócio. “Pessoas que iam para a fazenda, que veem para Itabaiana, queriam algo à noite e lá não ideal, por se localizar num povoado”, diz. Esperto todo!

Previous A farsa da reforma previdenciária sergipana
Next Mega-sena. Confira agora as dezenas sorteadas