Crime passional é motivo provável da morte da professora Ivânia Oliveira


A Polícia Civil ainda não tem pistas dos assassinos que mataram friamente a Coordenadora do Colégio Estadual Guilherme Campos, Ivânia Santana Souza Oliveira, 45, na cidade de Campo do Brito (SE). A delegada Michele Araújo dos Santos é a responsável pela investigação e já ouviu testemunhas, parentes e amigos da professora Ivana. Não está descartada a possibilidade do crime ter sido cometido por motivos passionais.

Uma missa de 7º. dia, em memória da professora Ivânia Oliveira, foi realizada na cidade de Campo do Brito (SE). Os alunos, professores e servidores do colégio coordenado por Ivana compareceram a solenidade religiosa. O silêncio tomou conta das pessoas próximas à professora, pois todos estão assustados.

A professora foi morta a tiros no estacionamento da unidade de ensino por volta das 21h40 de terça-feira (12), no Centro do município de Campo do Brito (SE). Segundo a polícia, nenhum objeto foi roubado da vítima.

De acordo com informações do 3º Batalhão de Polícia Militar, que atendeu à ocorrência, dois homens armados e em uma moto preta, modelo Honda/ NXR Bros, efetuaram três disparos de arma de fogo contra a vítima.

Leia mais

STJ aprova súmula sobre violência doméstica contra a mulher

Previous Ana Lúcia se posiciona contra congelamento de salários dos servidores
Next MPF vai apurar Caixa 2 na campanha de Edvaldo Nogueira com participação da Torre