CINFORMANDO – Povo de Laranjeiras  paga por quase duas décadas sem decisão tomada


Em 2015, Paulão Hagenbeck (DEM), atual prefeito de Laranjeiras, teve contas rejeitadas pela Câmara de Vereadores da cidade referentes ao ano de 2001. Em 14 de setembro de 2017, a caminho de duas décadas depois, o Tribunal Regional Eleitoral decidiu pela cassação do diploma de prefeito de Paulão com base nessa rejeição de contas. Vamos combinar uma coisa: é um absurdo que um prefeito seja eleito e depois seja cassado ou perca o mandato por problemas anteriores à eleição que ele disputou e venceu. Isso é uma sacanagem sem tamanho com o eleitorado. E não se trata de defender ou acusar o prefeito, se trata de cobrar da Justiça que faça a sua parte em tempo hábil. Esse papinho de que “os recursos isso, os recursos aquilo” simplesmente não dá mais para aguentar, pois em tempos de internet e de alta velocidade na informação, deixar que um problema se arraste por longos 16 anos e, só agora, punir o prefeito, na verdade, se trata de punição à cidade, que pode ficar sem gestor após o Tribunal Superior Eleitoral avaliar o caso, e significa fazer o povo de besta. Afinal, se Paulão tinha problemas, porque diabos a Justiça o deixou ser candidato para que o povo votasse nele? Façam-nos o favor, viu?

Não tá fácil – as críticas são tantas e tão constantes que o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PMDB), resolveu aplicar o famoso TBC e anunciou lançamento de plano de recapeamento asfáltico para este sábado, 16. Ah! Não sabe ainda o que é TBC? Lá vai: Tira a Bunda da Cadeira, gente boa!

Abraça causa – Belivaldo Chagas, vice, que de bobo não tem nada, ouviu e prometeu ajudar 817 famílias que lutam por moradia própria através do Projeto Pôr do Sol. Faz bem, afinal, se esse pessoal não conseguir suas casas, se tornam um problema a mais para o estado.

Frasista nato – o prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR) tem revelado um pendor para filosofar sobre política. Veja essa, de sua lavra: “o fogo amigo é o que mais queima, porque queima mais perto”. Falou e disse!

Mudança de planos – ainda não saiu oficialmente, mas há um zum-zum-zum sobre um ex-prefeito de diz ser candidato a deputado federal mas que, ao final, pode ser mesmo candidato a deputado estadual, com vistas a retornar à prefeitura que ocupou já em 2020. Quem será?

Previous Com novo olhar, sociedade promove o dia de luta de pessoas com deficiência
Next A praça de alimentação do Mercado