Versatilidade dos revestimentos 3D


Placas vestem as paredes com beleza e sofisticação (Foto: Pinterest)

Profissionais explicam as formas de uso e as principais vantagens desse recurso na decoração

A decoração de Interiores tem apresentado cada vez mais recursos que valorizam os ambientes. Um desses recursos comumente utilizados é o revestimento 3D, com placas de diversos tamanhos, texturas e composições. De acordo com a designer de Interiores Yasmin Sena as últimas tendências são os revestimentos com formas geométricas e os que possuem efeitos semelhantes aos metais, ouro, cobre e prata.

“Os revestimentos 3D são materiais muito versáteis. Possuem diferentes tramas, relevos e cores, características que garantem, sem sombra de dúvidas, um efeito bem dinâmico, que deixa o cômodo artístico e personalizado. Uma das grandes vantagens é que eles propiciam brincar com a textura, que pode e deve ser valorizada”, declara Yasmin Sena.

Um tipo de revestimento 3D muito utilizado são as placas em gesso, com uma infinidade de texturas e formatos, porém existem outros tipos de revestimentos com composições diferentes. Segundo a designer, além do gesso, as placas em 3D podem ser encontradas em cerâmica, porcelanato, cimento, madeira e PVC. Mas Yasmin destaca que o topo da lista dos mais procurados continua sendo os de gesso e cerâmica.

Yasmin: “Para cada ambiente um modelo se adequa melhor” (Foto: Arquivo Pessoal)

FORMAS DE USO
“Não necessita de técnicas específicas, ele deve ser aplicado como um revestimento comum, mas com atenção redobrada, no momento da aplicação. As emendas entre as peças devem ser mínimas, quase imperceptíveis, para garantir um efeito homogêneo. Qualquer profissional que assente revestimentos está apto a realizar o serviço”, comenta Yasmin Sena.

Com mais essa forma de decorar a casa, quando revestidas em 3D, as paredes se tornam as protagonistas dos ambientes. Esse tipo de revestimento cai bem não apenas na sala – como geralmente é utilizado na composição do painel da tv ou como destaque aliado a um bom projeto de iluminação -, mas em todos os demais cômodos do imóvel, como quarto, cozinha e banheiro.

“Por acrescentar uma proporção extra às paredes, esse revestimento ajuda no isolamento termo acústico dos ambientes, podendo servir como fundo para salas de TV e estar, bibliotecas, vitrines de lojas e outros ambientes diversos com resultados interessantes”, afirma a designer de Interiores Annabel Dantas de Carvalho.

Sobre a utilização do revestimento 3D em áreas internas e externas, Annabel explica que os de cerâmica podem ser aplicados nos dois ambientes, pois apresentam boa durabilidade. Já as placas em 3D feitas com gesso, a depender do fabricante, não são recomendadas para uso em áreas externas por sofrer com as ações do tempo. O ideal é que antes de definir o tipo e modelo de revestimento a ser aplicado, cada ambiente seja considerado.

Formas geométricas e efeitos metalizados estão em alta (Foto: Pinterest)

 

 

Previous Mais de 30 mil alunos da rede municipal de Aracaju ficarão sem aulas
Next STJ entende que Facebook não está obrigado a filtrar mensagens