Lula em Sergipe: ex-presidente participa de evento em Aracaju sem a presença do governador Jackson Barreto


Lula em Sergipe é homenageado com cocar presenteado por índios Xocós.

No último compromisso de sua agenda em Sergipe, a Caravana Lula Pelo Brasil participou de encontro com militantes da Frente Brasil Popular – que reúne partidos, sindicatos e voluntários – no Iate Clube de Aracaju.  Mas, dessa vez, sem a presença do governador do estado, Jackson Barreto (PMDB), que foi sonoramente vaiado durante evento com o ex-presidente na noite anterior.

Como a CUT e parte do PT sergipano ameaçaram não seguir Lula em seu último dia no estado, caso o governador Jackson estivesse presente em sua atividade final em Sergipe, a organização da caravana “gentilmente” desconvidou o governador.

Lula em Sergipe empolgou público mediano.

Mais uma vez, o ex-presidente Lula, PT, aproveitou para atacar adversários enquanto recebia homenagens. “Ele, (Michel) Temer não tem coragem de vir para o meio do povo”, disse Lula ao receber o cartão do Bolsa Família de Iva Mayara, aracajuana, formada em Administração e que conseguiu fazer sua faculdade através do financiamento obtido pelo ProUni – um dos carros-chefes da propaganda petista em relação aos mandatos de Lula na Presidência (2003-2010). “Quem deveria receber esse cartão era ele (Temer)”, fustigou o ex-presidente.
Em outro momento do evento, e ainda com foco no ProUni, estudantes de medicina homenagearam o ex-presidente, presenteando-o com um estetoscópio, assim como índios da tribo Xocó deram um cocar à Lula.

Lula insinua a sua
candidatura a presidente

Ao final, em seu discurso, novamente ficou clara a intenção do ex-presidente de projetar seu nome para as eleições do ano que vem, conforme ele mesmo insinuou ao falar sobre o objetivo da caravana. “Nós temos que dizer para cada homem, cada mulher, cada jovem, que temos condições de mudar o Brasil e que ele vai se transformar no que a gente quiser que ele seja”, disse Lula para as cerca de 2000 pessoas que compareceram ao Iate Clube, tradicional local para a realização de encontros político-partidários, especialmente em época de eleição.
De Aracaju, e após almoçar em um assentamento do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra – MST – na cidade de Japoatã, Lula e sua comitiva atravessaram o rio São Francisco em direção ao município alagoano de Penedo

Leia mais:

Pesquisa Dataform revela: sergipanos divididos
em homenagem a Lula, mas garantem a sua eleição em 2018

Lula chora e apresenta jingle de campanha antecipada em Sergipe

Lula em Sergipe: segundo dia marcado por título em
Lagarto, pouca gente em Itabaiana e multidão em Glória

 

 

Previous Collor cai nas garras da Lava Jato
Next CINFORMANDO: bastidores do ex-presidente Lula em Sergipe