Deputado federal paraense tatua nome de Temer no ombro


Parlamentar quis demonstrar fidelidade ao presidente 

Para quem acompanha com frequência as sessões da Câmara dos Deputados, em Brasília, não é novidade que o parlamentar paraense Wladimir Costa (SD/PA) se destaca pelos discursos efusivos e debates acalorados que costuma travar com adversários.

Wladimir exibiu tatuagem em evento de entrega de caminhões de lixo, no interior do Pará (Reprodução: Twitter)

Apresentador de TV, cantor e radialista, a cada aparição pública sua – seja nas comissões ou no plenário da Casa – Wladimir busca criar um ambiente espetaculoso, a partir de narrativas de estilo cômico, para ganhar a atenção das pessoas e assim, se tornar reconhecido em todo o país, mesmo que por motivos não tão nobres.

Neste último fim de semana, o deputado talvez tenha alcançado o nível máximo da esquisitice ao aparecer em evento, na cidade de Salinópolis, no seu Estado, com uma tatuagem no ombro com o nome de Temer e uma bandeira do Brasil acima.

Clique nos links abaixo e confira o deputado em situações de pouco ou nenhum equilíbrio.

Votação do impeachment da Presidente Dilma, em que ele dispara confetes.

Discussão calorosa na qual dirige palavras de baixo calão ao deputado Zé Geraldo (PT), também paraense.

PELA AMIZADE

Justificando a homenagem ao presidente da República, Wladimir Costa salientou, segundo ele, a longa amizade com Temer. “Sou amigo dele há quase 16 anos. Nesse momento, que tentam derrubar ele a qualquer custo, é minha forma de mostrar que parceiro que é parceiro derrama até a última gota de sangue”.

O parlamentar também fez questão de divulgar a sua tatuagem nas redes sociais. No Facebook, das quatro fotos postadas, em duas ele aparece sem camisa, exibindo orgulhoso seu feito. Além das imagens, o deputado adicionou uma mensagem para aqueles que não tenham simpatizado com sua atitude. “Podem falar o que quiserem, não me ofendo, mas eu só digo uma coisa: EU NÃO SOU HIPÓCRITA!”, escreveu ele.

Postagem de Wladimir Costa (SD/PA) no Facebook. (Foto: Reprodução/Facebook)

De acordo com o deputado, a homenagem é permanente e custou R$ 1.200, parcelado em seis vezes no cartão, e não vai ser a única ao presidente. Wladimir afirmou que ainda pretende colocar na costela a seguinte frase: ‘Temer, o único e verdadeiro estadista do Brasil’.

POSSÍVEL PERDA DE MANDATO

Apesar de suas extravagâncias, o parlamentar paraense não está em bons lençóis com a Justiça Eleitoral. Em julho de 2016, seu mandato foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PA) em função de gastos que não foram registrados na prestação de contas de sua última campanha, em 2014.

Como o processo ainda não foi julgado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Wladimir ainda não foi afastado do mandato nem considerado inelegível por oito anos, o que ocorre caso perca o recurso nessa instância.

 

 

Previous CINFORMANDO
Next Marido de Luana Piovani publica fotos dela nua