A Casa Caiada


O Aeroporto é um bairro de cores e sabores

De volta ao ponto de onde saímos em novembro de 2013 quando visitamos o Restaurante Comida de Casa, uma casinha tom ocre por fora e que escondia um ambiente verde, com mesas coloridas e toalhas quadriculadas. Voltávamos lá em looping até que, por seus motivos, parou de funcionar.

A bisteca: ‘peraí que a gente faz na hora’

Só que agora a casa caiou. Novos donos, novo menu, mesmo ambiente ocupado de um verde e de um humilde conforto mas com uma comida pra lá de boa.

O bonde do TAC visitou a Casa Caiada, que tem um menu que  diariamente mutável, e provamos da comida do lugar. Adianto: vale pegar o carro do centro até o aeroporto com a gasolina ao preço que tá pra provar os pratos da chef Jô Araújo.

Primeiro, pedimos a panqueca… gente, vou deixar pra falar da panqueca no final, vai. Provamos o rocambole de frango, fofinho e cremoso como um travesseiro, tipo comida de vó. Provamos a bisteca suína, suculenta, e feita ali na hora. Agora pausa: a panqueca de camarão da Ju é muito sem miséria. Vem camarão mesmo, e com o ponto perfeito de cozimento.

Rocombole de frango

Preserva o sabor e uma excelente textura típica daqueles coquetéis em grandes taças que tem em restaurante chique com os bichos equilibrados na borda do copo, sabe?! Não deixa nada a dever.

Caiar é como pintar de branco, branquear. No mesmo bairro tem a casa Rosada, do chef Josafá. O bairro aeroporto é um bairro de cores e sabores.

 

 

 

Avistou? Parou.

SERVIÇO
Onde:  Aí é que tá. Sabe aquela rua lateral do G.Barbosa Sul? Chama-se Av. Fábio José Cardoso Ramos. Pode seguir direto por ali. Espera passar a primeira rua (à esquerda) e segue reto. Pronto, na outra esquina. Rua das Bromélias, 16.
Preço: esse não vai ser o problema. Cinco comeram muito, beberam… e deu R$ 30 pra cada.
Coisa boa: tava tocando Nelson Gonçalves. Deu um soninho.
Outra coisa boa: o feijão tropeiro
Funcionamento: segunda à segunda pro almoço. E sexta e sábado abre às 19h também
Sobremesa: não tinha.
Estacionamento: na rua lateral da Casa.
Pra pagar: dinheiro e cartões

Previous Homenagem a Lula provoca polêmica
Next CINFORMANDO – Ele é o “outro” cara!