Sereismo na decoração


Roupas de cama também pode criar essa atmosfera praiana na decoração (Foto: Pinterest)

Inspirado no fundo do mar, estilo virou tendência e invadiu ambientes com cores, formas e texturas

A moda e a decoração sempre estiveram intimamente ligadas, e nos últimos anos, essa relação tem ficado cada vez mais estreita. E dentro desse universo de infinitas possibilidades em constante transformação, está o Sereismo. Claro que antes de ser uma influência na decoração, ele é considerado não apenas uma tendência, mas também um estilo de vida.

“Na realidade, o Sereísmo no Brasil está sendo visto agora pela novela, mas a Mirella Ferraz – escritora brasileira, roteirista, ativista

Rosileide: “Cores que lembrem o oceano são muito utilizadas” (Foto: Arquivo pessoal)

ambiental e a primeira sereia profissional brasileira -, foi quem adotou esse estilo aqui. Em 2016, Glória Perez, autora de “A Força do Querer”, quando resolveu anunciar mais uma trama, buscou o tema inspirado na própria Mirella. Inclusive, foi ela quem deu aulas de apneia e treinou a atriz Isis Valverde”, explica a designer de Interiores Rosileide Muniz.

Tratando especificamente sobre o Sereismo na decoração, é fácil notar alguns aspectos da moda dentro dos ambientes. Cores, formas e todos os itens que remetam ao fundo do mar são considerados por quem deseja criar essa atmosfera dentro de casa. E segundo a designer de Interiores, ele pode estar presentes em todos os ambientes. “Depende muito da personalidade de quem vai aderir à tendência/estilo de vida. Desde que haja equilíbrio no ambiente, pode aparecer em um quarto, sala de estar, varanda e até, em um banheiro ou cozinha”, declara Rosileide. As cores estão entre as principais características desse tipo de tendência, e de acordo com a designer, todas devem remeter ao mar.

CORES E PEÇAS

Revestimentos que simulam escamas dão toque especial às paredes (Foto: Pinterest)

A atmosfera praiana, com paletas em azul e verde, fazem alusão ao céu e ao oceano. Tons perolados, turquesa e areia também são bem utilizados e de acordo com a designer, podem ser aplicadas em dégradé, aliado aos tons de rosa, dando uma sensação de amanhecer ou entardecer em uma praia. Sobre os tipos de móveis que mais se adequam a esse estilo de decoração, a designer dá algumas dicas.

“Por trazerem mais proximidade, os amadeirados são mais indicados. Sejam eles, na sua cor natural, daquela que você costuma ver em galhos, plantas ramificadas e caules de coqueiros em praias. Bem como as pintadas nas cores que reproduzam o Sereismo”, sugere Rosileide Muniz. Sobre os objetos e peças de decoração ela ainda indica as que sejam trabalhadas em tons e texturas como o perolado e as estampas marinhas. A escama, por exemplo, pode ser encontrada em tapetes, tecidos e até em revestimentos.

“É possível encontrarmos muitos objetos, como lustres com escamas de peixe, luminárias com conchas, bancos de madeira com assento em formato de concha. Quadros com elementos praianos, espelhos, ou mesmo, criar através desses elementos e texturas em tecidos, os seus objetos de decoração, brincando com as cores. Como quadros, vasos de decoração, almofadas, porta-guardanapo. Uma infinidade de coisas”, ressalta a designer.

 

 

 

 

 

 

Previous Nova sede chega a Aracaju
Next 75 mil vagas são ofertadas pelo Fies para o segundo semestre